quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Anvisa proíbe alimentos e bebidas nas farmácias (e cosméticos)

Gente, vi isso no VnF? e resolvi repassar. Olha que absurdo:

Anvisa proíbe alimentos e bebidas nas farmácias
Com as novas regras para funcionamento, drogarias não podem mais vender doces e refrigerantes. Setor vai à Justiça contra medida

POR MICHEL ALECRIM, RIO DE JANEIRO

Rio - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) baixou ontem resolução para regulamentar farmácias e drogarias no País. Passa a ser proibida a venda de produtos como alimentos, refrigerantes e cosméticos. As medidas já causam polêmica, e a entidade que representa os estabelecimentos informa que vai entrar na Justiça contra as proibições.Segundo o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Raposo de Mello, as farmácias estavam usando esses produtos como “chamariz” para a venda de medicamentos, comprados sem necessidade. “Acaba por banalizar o ambiente da farmácia, atraindo o paciente para dentro dele com esse tipo de produto que não tem a ver com o objetivo dela. Só faz com que o paciente caia numa armadilha”, afirma Mello, que anunciou para breve controle maior sobre os remédios de tarja vermelha, principalmente antibióticos, que terão tratamento parecido com os de tarja preta.

Os estabelecimentos têm seis meses para se adaptar. A fiscalização ficará a cargo da Vigilância Sanitária Municipal ou da Estadual, no caso de municípios que não tenham esse órgão. As multas podem chegar a R$ 1,5 milhão, dependendo do porte do estabelecimento.

O presidente-executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sérgio Mena Barreto, classificou parte das medidas de ilegal. Segundo ele, só através de lei pode ser regulamentado o que deve ou não ser vendido. Alguns estados já teriam essa legislação. “Vamos questionar essa instrução na Justiça”, diz. Segundo ele, os produtos servem para viabilizar as farmácias e a proibição pode encarecer os remédios.

A Anvisa autorizou venda pela Internet, desde que a farmácia funcione em loja aberta ao público e com farmacêutico de plantão. A fotógrafa Berenice Valentim, de 59 anos, disse que continuará comprando pessoalmente, mas a fisioterapeuta Delizete Pacheco, 29, aprovou a recente medida.

AS NORMAS

PRODUTOS PROIBIDOS
Farmácias e drogarias não podem mais vender alimentos, cosméticos ou qualquer produto que não tenha como finalidade a saúde. A lista inclui barrinhas de cereal, refrigerante e sorvete.

CONTROLE
A nova regulamentação também impede que medicamentos sejam expostos ao alcance dos consumidores. Devem ficar em área de acesso restrito a funcionários ou farmacêutico. As farmácias são obrigadas a aprimorar a limpeza.

ALÉM DOS REMÉDIOS
Fitoterápicos, de uso dermatológico ou de notificação simplificada (sem tarja), desde que autorizados pela Anvisa, podem ser comercializados nas farmácias. Adoçantes e suplementos alimentares também podem ser vendidos.

INTERNET
Foi autorizada a venda de medicamentos pela Internet e por telefone, mas proibida a comercialização por esse sistema dos remédios controlados (tarja preta). Para os produtos de tarja vermelha, o paciente deve apresentar a receita ao entregador. No site, o estabelecimento não pode colocar logomarca nem fazer propaganda dos remédios.

Notícia no: http://odia.terra.com.br/portal/economia/html/2009/8/anvisa_proibe_alimentos_e_bebidas_nas_farmacias_30253.html

Fonte: Vende na Farmácia?

4 comentários:

Cris... disse...

olá se der dá um pulinhu no meu blog
http://cris-modabatoneblush.blogspot.com/

bjusss

Ana disse...

Putz!
O que é que tem vender cosmético em farmácias??
Agora, quando eu quiser um protetor labial nívea tenho que ir até o shopping comprar???
Absurdo.

Bonitas e bacanas disse...

Obrigada.
Mandei 2 emails já, eles nem respondem.

bjs

thatámakeseetc disse...

Oi Day!
Td jóia?
Pois é, adoro os produtos baratinhos, cabem no meu bolso, então compro muito, aliás, toda novidade capilar eu compro mesmo,então acabo chegando a maravilhas como esta Cera Vita Capilli, da Muriel, que proporcionam excelente resultado.
Nossa, aí só custa R$2,00? Como é barata...
Grata pelo elogio a "mi cabelon", mas são seus olhos de amiga.
Superbeijo.